domingo, 27 de junho de 2010

Glomerulonefrite Difusa Aguda (GNDA)

DESCRIÇÃO.

A Glomerulonefrite Difusa Aguda (GNDA) este dentro da classificação das patologias primarias que acometem difusamente e em primeiro lugar o glomérulo de ambos os rins, podendo ser inflamatória ou degenerativa. Em sua maioria, acometem as crianças, principalmente em idades pré-escolar, no entanto 90% delas têm cura, 10% evoluem para a forma crônica e -1% evolui para glomerulonefrite rapidamente progressiva (GNRP).

Glomerulonefrite (GN) é a proliferação e inflamação do glomérulo, secundárias a um mecanismo imunológico, caracterizando-se por um episódio infeccioso prévio, estreptocócico ou não, que desencadeia o quadro clínico, após um período de latência. Em geral, apresenta-se como síndrome neurítica aguda (SNA).

ETIOLOGIA

Entre as bactérias, a mais freqüentemente associada ao GN tem sido o estreptococo beta-hemolítico do grupo A, embora outros estreptococos (como o pneumococo), estafilococos, meningococos e até Mycoplasma já tenham sido relacionados à glomerulonefrite aguda.

EPIDEMIOLOGIA

A probabilidade de um indivíduo desenvolver GNDA na presença de um estreptococo nefritogênico é de 15%, sendo mais freqüente em crianças e adolescentes, sobretudo na faixa etária dos 3 aos 12 anos de idade. Menos de 5 % dos casos são vistos em crianças abaixo dos 2 anos de idade e 5 a 10% ocorrem em adultos com mais de 40 anos de idade. Raramente a doença se repete no mesmo indivíduo, O sexo masculino é o mais acometido que o sexo feminino, na proporção de 2 homens para 1 mulher.

FISIOPATOLOGIA

Na maioria dos casos a GNDA precede um caso de infecção da faringe por estreptocócico em 2 a 3 semanas, também pode seguir infecções da pele, do trato respiratório superior (caxumba, varicela-zoster, hepatite B, infecção por vírus da imunodeficiência humana), em alguns pacientes pode ser por antígenos estranhos ao corpo (soro e medicamentos, como pode ser observado no Diagrama a baixo) em outros casos o próprio tecido renal serve como antígeno incitante.












A queda na filtração glomerular resulta na retenção renal do sódio e água, produzindo edema e muitas vezes a hipertensão arterial, que pode ter outros fatores além das conseqüência da retenção hidro¬salina e da hipervolemia subseqüente.A hematúria e proteinúria são decorrentes do processo inflamatório dos capilares glomerulares, que permite a passagem de hemácias e proteína para a urina.

MANIFESTAÇÕES CLINICAS.

As manifestações clínicas da GNDA surgem após um período de latência que varia de uma a três semanas após a infecção de orofaringe, e uma média de 21 dias, após infecção de pele. Durante este período, é assintomática, contudo, é possível identificar hematúria microscópica e proteinúria em cerca de 30% dos pacientes, quando não tem período de latência deve-se atentar para a possibilidade de exacerbação de doença crônica.

O principal aspecto da GN é a hematúria que tem inicio súbito, podendo ser microscópica, macroscópica ou grosseira e a proteinúria geralmente esta presente devido a permeabilidade da membrana celular, quanto aos níveis séricos de creatinina e uréia pode aumentar a medida que o debito urinário cai. Ocorre uma redução da função renal, retenção de água e sódio, diferentes graus de edema e hipertensão arterial (HA) é notado em cerca de 75% dos pacientes.

COMPLICAÇÕES

Dentre as complicações para GNDA esta a encefalopatia hipertensiava (considerada uma urgência médica, onde é necessário reduzir a pressão arterial sem prejudicar a função renal), insuficiência cardíaca e edema pulmonar. Quando os sinais e sintomas de uremia são graves, inicia-se a diálise. Em sua forma mais grave os pacientes podem relatar cefaléia, indisposição ou dor no flanco, confusão sonolência e convulsões sendo comum à confusão com distúrbios neurológicos.

TRATAMENTO MÉDICO.

O tratamento médico em GNDA consiste em tratar principalmente os sintomas, preservar a função renal e tratar complicações imediatas, já a terapia farmacológica depende da causa da glomerulonefrite.

TRATAMENTO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM.

A maioria dos pacientes com GN não complicadas são tratados como paciente externos. Na maioria das crianças com GNDA, a terapia mais efetiva é a restrição hídrica, de proteína, principalmente quando a uréia esta muito elevada, assim como o sódio em caso de hipertensão, edema e insuficiência cardíaca, o balanço hídrico deve ser medido e registrado, os líquidos administrados devem ser eficientemente calculados de acordo com a perda e peso corporal. Especialmente nos pacientes em uso de diuréticos, a monitoração de peso, pressão arterial e ser avaliadas cuidadosa e freqüentemente com o objetivo de evitar piora da função renal em decorrência de possível hipovolemia.

Outros cuidados de enfermagem envolvem ensinar o paciente o auto-cuidado, onde se verifica se foi deixado bem claro as restrições quando dieta adequada, e orientar-lo a procurar o médico em caso de apresentar fadiga, náuseas, vômitos e debito urinário decrescente, ou o sinal de qualquer infecção, as informações devem ser dadas verbalmente e por escrito, sendo importante frisar que o tratamento não deve ser interrompido mesmo com sinal de melhora.



BIBLIOGRAFIA

Smeltzer,Suzanne C.,Bare,Brenda G.; Brunner & Suddarth’s:Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica, vol3, Ed.Ganabara Koogam, 10º edição,Rio de Janeiro, 2005; c.45,p1393-1395.

SGROI, J. C. L. ; Pahl, M. M. C. . GLOMERULONEFRITE DIFUSA AGUDA. In: MINISTÉRIO DA SAÚDE. (Org.). MANUAL DE CONDUTAS MÉDICAS. 1 ed. BRASÍLIA: MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2001, v. 1, p. 265-267.

Retirado do Site da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), o artigo foi escrito por kirsztain, Gianna Mastroianni, Glomerulonefrite Difusa Aguda. Revisado em outubro de 2004. http://www.sbn.org.br/publico/visaogeral.htm no dia 19 de setembro de 2009.

A autora deste artigo diponibilaza de uma e-mail para comunicar-se com os interessados em maiores informações: enfermeira.enila.ariem@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As opniões aqui escritas não é de Responsabilidade de Enila Ed'Azuos Ariem, e sim de quem o escreve, qualquer mensagem considerada ofensiva não sera publicada, abaixo das postagem so serão aceitos comentarios referentes à postagem, para fazer perguntas sobre outros assuntos procure o marcador "Perguntas".
Obrigado por deixar um comentario. Volte Sempre!!

Postar um comentário